fbpx

Oficina auto: 8 Dicas para Melhorar a Gestão do Stock!

oficinas auto

Oficina auto: 8 Dicas para Melhorar a Gestão do Stock!

Uma oficina auto com uma gestão eficiente implica ter sólidos conhecimentos sobre automóveis, saber lidar com os clientes e, não menos importante, conseguir gerir de forma eficaz o stock da empresa.
Uma boa gestão do stock permite analisar ao detalhe não só os produtos, mas também os fornecedores, os pedidos dos clientes e as necessidades sazonais.
Além disso, a gestão eficiente de uma oficina auto melhora o atendimento ao cliente, bem como os resultados da empresa.
Neste artigo, damos-lhe algumas sugestões para melhorar a gestão do stock das oficinas auto e para conquistar sucesso no seu negócio.

 

8 Dicas para melhorar a gestão da sua oficina auto:

 

1. Tamanho do stock

É fundamental definir com precisão o volume de peças ou materiais de que a sua oficina auto precisa. Para isso, é indispensável conhecer bem o seu ramo de atividade e as necessidades dos clientes que procuram os seus serviços. Ter peças a mais em stock pode ser incomodativo, mas ter peças a menos cria lacunas que originam prejuízos. Organize-se e perceba aquilo de que, efetivamente, precisa antes de comprar novos materiais.

 

2. Arrumação

A organização dos materiais não deve ser ignorada. Aquando da arrumação das peças de mecânica, é importante seguir as instruções do fabricante. Tenha em atenção os prazos de validade (quando existentes), a posição em que as peças devem ser armazenadas e a temperatura do espaço onde tem guardados materiais sensíveis, como os óleos.

 

3. Rotatividade dos materiais

Atente nos serviços de mecânica que a sua oficina presta com mais frequência e dê prioridade à compra de peças com maior rotatividade e consumo. Luzes, peças para travões, cabos, velas e filtros são, geralmente, essenciais no stock de qualquer oficina auto.

 

4. Manutenção rápida

Se as peças rotativas são cruciais, as de manutenção rápida também devem estar sempre por perto. Nos casos em que os serviços são menos demorados, ter as peças necessárias “à mão” evita que o cliente tenha de deixar o automóvel na sua oficina auto durante mais do que um dia.

 

5. Entradas e saídas

Controle sempre as datas de entrada e saída de material. Faça e atualize constantemente uma lista, na qual regista todos os movimentos das peças. Num serviço de mecânica, usar um componente com o prazo de validade expirado pode ter consequências muito graves para a sua oficina auto.

 

6. Fornecedores

“Dispare” em várias direções. Faça parcerias com fornecedores, distribuidores e empresas de outros ramos de atividade. Os acordos beneficiam o atendimento, multiplicam os clientes e melhoram a imagem da sua oficina auto.

 

7. Separação do lixo

Numa oficina auto, é essencial separar as peças e os componentes que já foram usados daqueles que estão por estrear. Entre os materiais utilizados, deve também ser feita uma divisão, para perceber o que pode ser reciclado.

 

8. Aposta em softwares de gestão

Os softwares de gestão auxiliam – e muito – em todo este processo. Realizam controlos automáticos e tornam mais precisa a gestão da sua oficina auto, uma vez que indicam quantos exemplares restam de cada peça e qual o prazo previsto para a rutura do stock.

 

Este artigo foi útil para si? Subscreva o nosso blog. Aqui abordaremos assuntos relacionados com automóveis, oficinas e mecânica.

 


Subscreva o Blog

    Aceito a Política de Privacidade*
    Dou o consentimento para o tratamento de dados*
    [recaptcha]

    A Espogama está comprometida com a implementação do RGPD. Para podermos tratar os seus dados pessoais, necessitamos do seu consentimento. Clique aqui para conhecer a nossa Política de Privacidade.

    Partilhe:

    Publicar comentário

    O seu endereço de email não será publicado.

    X