fbpx

Combustível: Escolher um veículo a gasolina ou a gasóleo?

Combustível

Combustível: Escolher um veículo a gasolina ou a gasóleo?

O combustível é uma das principais preocupações dos condutores aquando da compra de um veículo. Os elevados preços da gasolina e do gasóleo obrigam a ponderar muito bem o tipo motorização. Mas há também questões ambientais a ter em conta.

Os motores de combustão interna são causadores de uma parte significativa da emissão de gases CO2 para a atmosfera. Nesse sentido, a legislação europeia tem vindo a impor regras mais apertadas a estes motores.

Com efeito, a evolução tem sido grande nos últimos anos. O objetivo é aumentar a eficiência e a redução da emissão de CO2. Os resultados são visíveis nos consumos cada vez mais reduzidos e na diminuição de gases poluentes.

Quer comprar carro, mas está na dúvida entre escolher um motor a diesel ou a gasolina? Descubra as vantagens e desvantagens de cada um e perceba qual o que melhor se adequa às suas necessidades. Conheça também as alternativas híbridas e elétricas.

 

Gasolina ou diesel: Qual a melhor opção?

 

Veículos a combustível diesel

Os carros movidos a combustível diesel sempre foram uma alternativa económica para os proprietários. No entanto, há fatores que deve ponderar muito bem antes de adquirir um automóvel deste género.

 

Vantagens de ter um diesel:

  • Os veículos a gasóleo são mais económicos. Por um lado, o preço deste combustível é mais baixo. Por outro, a eficiência é maior, realizando médias bem mais interessantes;
  • Estes motores têm, à partida, uma maior durabilidade comparativamente com os outros. Logicamente, esta está dependente da correta utilização e do cumprimento das manutenções e revisões necessárias;
  • Em termos tecnológicos, os diesel passaram por uma evolução muito grande. Ao longo dos anos, tornaram-se mais sofisticados no sentido de aumentar a sua eficiência e reduzir os gases poluentes;
  • Estes automóveis sofrem uma menor desvalorização comercial devido à grande procura no mercado dos usados;
  • Os diesel têm grande autonomia. Um depósito de combustível pode realizar cerca de 1000 km sem ser necessário reabastecer.

 

Desvantagens dos veículos diesel:

  • Apesar da evolução, estes motores continuam a ser dos mais poluentes. Por consequência, a médio prazo, em algumas cidades da Europa estão previstas restrições à circulação de automóveis a este combustível;
  • As manutenções e reparações tendem a ser mais dispendiosas comparativamente com as dos outros veículos;
  • A utilização apenas em meio citadino já não é muito aconselhada. Fruto das restrições legais em termos de emissão de gases CO2, estes carros utilizam Filtros de Partículas (FAP). Desse modo, a necessidade da regeneração do filtro, que só acontece normalmente acima dos 60km/h, implica a condução regular em estrada;
  • Em termos fiscais, estes veículos tendem a ser penalizados.

 

 

Veículos a gasolina

Com uma condução cuidada, os veículos a gasolina podem apresentar vantagens para quem os adquire. Apesar de não serem tão económicos como os diesel, a longo prazo, podem representar um investimento inferior. Isto se, para além do combustível, somar o preço do veículo, manutenções, revisões e impostos.

 

Vantagens dos automóveis a gasolina:

  • Os preços de aquisição são mais em conta comparativamente com os veículos diesel;
  • Não emitem tantos gases poluentes para a atmosfera;
  • As revisões e a manutenção geral são também mais baratas;
  • São aconselhados em utilizações menos frequentes ou em percursos curtos e citadinos;
  • A nível fiscal, o proprietário não é tão penalizado como nos veículos a gasóleo;

 

Desvantagens dos veículos a gasolina:

  • São menos eficientes, sendo os seus consumos, em média, mais elevados;
  • O preço deste combustível é alto em relação ao gasóleo;
  • Está prevista a introdução de filtros de partículas nos motores a gasolina, a fim de reduzir as emissões de CO2. Tal poderá significar um aumento dos custos em termos de manutenção, bem como da própria utilização do automóvel;

 

 

 

Alternativas aos motores de combustão interna

 

Recentemente, tem crescido o número de opções para além dos veículos a combustível fóssil. Os automóveis elétricos são uma realidade, uma vez que tem sido grande a aposta e investimento das marcas nesta tecnologia.

No entanto, esta opção ainda não está acessível a qualquer pessoa. Apesar da sua eficiência e dos benefícios em termos ambientais e fiscais, existem alguns contras que colocam os carros a gasolina e gasóleo como primeira opção.

Algumas fabricantes automóveis já anunciaram que deixarão de produzir unicamente carros a combustível diesel e gasolina. Com certeza, a médio prazo, os elétricos e os híbridos serão opções a ter em conta, desde que haja um crescendo na sua produção e uma aposta forte no seu desenvolvimento tecnológico.

 

A escolha de um carro implica uma reflexão sobre aquilo que vai ao encontro das suas pretensões. Avalie as suas necessidades, o impacto ambiental e o custo global que o veículo representará para a sua carteira.

Uma vez tomada a decisão, zele pela boa manutenção do carro. Subscreva o blog para ler todos os nossos conselhos sobre o mundo automóvel. Ser-lhe-ão muito úteis para prolongar a vida do seu veículo.

 


Subscreva o Blog

Aceito a Política de Privacidade*
Dou o consentimento para o tratamento de dados*

A Espogama está comprometida com a implementação do RGPD. Para podermos tratar os seus dados pessoais, necessitamos do seu consentimento. Clique aqui para conhecer a nossa Política de Privacidade.

Partilhe:

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X